AS CHAMINES DE FADAS
 

Sessenta e cinco milhões de anos atrás, dois grandes continentes antigos gradualmente aproximaram-se um do outro, que estavam em norte e sul no meio do período, que será nomeado como terceiro período depois pelos geólogos e o choque era inevitável no final. Após este confronto, a Anatólia, que está entre os dois continentes, começou a ser pressionada. Assim, as duas cadeias de montanhas, que são nomeadas Toroslar na Anatólia hoje, erguiram-se ao norte e sul da Turquia. Este levantamento continuou até atingir o nível 4000m acima do nivel do mar.

Como resultado deste processo, a crosta da terra rachou em muitos pontos. Pontos de difracção que resultaram em subida do magma de profundidade da terra para a superfície. Os geólogos chamam estes pontos, onde o magma se eleva para a face da terra, como vulcão. Por este motivo a Turquia está cheia de vulcões. Há três vulcões importantes na região, que serão nomeados como Capadócia pelos historiadores mais tarde. Arqueólogos depois conseguiram chegar a algumas conclusões sobre este assunto. Entre estes pinturas de parede descobertas, com a idade de 9000 anos mostra a montanha de Hasan com lava em erupção. Este achado veio de Catalhoyuk que é um assentamento neolítico a 200 km da Capadócia. Estas três montanhas foram chamadas depois pelas pessoas que lá viviam como Montanha Hasan, Montanha Erciyes e Montanha Melendiz.

A Capadócia deve sua beleza a esses três vulcões. A lava que jorrou dessas montanhas acumulava-se na região por um tempo muito longo. Pessoas mais tarde descobriram que entre as coisas sólidas que jorrou vulcão, as cinzas têm uma importância diferente. Ascinzas acabaram cobrindo uma área muito grande pelo efeito do vento e formaram uma camada profunda. Esta camada, que mais tarde tornou-se dura e se transformou em uma pedra pode ser facilmente trabalhada até com a mão. As pessoas deram o nome de tufo calcário para as pedras. Hoje, a camada de tufo, que está na região da Capadócia muda de acordo com regiões e atinge até 100m de espessura. Quer seja no mundo ou na Turquia existem muitos vulcões, mas a Capadócia é única. A principal razão disso é atividade dos três vulcões que tinham como resultado a acumulação de espessa camada de tufo na região por jorrarem lava todos ao mesmo tempo.

chamines de fadas

Se a camada de tufo fosse fina, esta ia desaparecer no decorrer de tempo pelo efeito da erosão e não haveria qualquer beleza.A atividade vulcânica na região terminou no início do período, que é nomeado como Quarto Período por geólogos. Após essa data, um novo período foi iniciado na região. Esse novo período foi definido como período de corrosão. O período de corrosão que começou como resultado da atividade de vento, chuva e efeitos naturais criou efeitos óbvios no decorrer do tempo. O solo, atingido pela corrosão e os blocos mais duros que poderiam resistir contra essa corrosão apresentaram aspectos e formações interessantes. Estas formações não poderiam ser interpretadas pelas pessoas que viveram aqui mais tarde e decidiu-se que os espíritos poderiam fazê-las. Devido a isso, ainda hoje, essas formações são chamadas de "chaminés de fadas".

Se pequenos pedaços de rocha sobre grandes rochas, a transformação das camadas de tufo com a forma de vale e desfiladeiros não são quadros divinos pintados em uma tela natural, então o que seriam?

chamines de fadas

 

PASABAG

As chaminés de fadas de Pasabag, no caminho de Goreme para Avanos oferecem uma vista única para os visitantes. Estas se parecem com os monges e algumas têm corpos peculiares ou parecem ter mais de uma cabeça! São Simão tinha residido numa delas a fim de evitar o povo de Jerusalém que estava a perturbá-lo uma vez que a notícia dos seus milagres tinha sido espalhada. São Simão chegou lá no século 5 dC, e ele ficou em uma chaminé de fada que tinha três cabeças e constava de duas salas. Pode ser alcançada através de escadas íngremes. Além de São Simão, um monte de monges recorreram as chaminés de fadas como área de isolamento e ofereceu-lhes a paz, sendo que Pasabag também era conhecido como o Vale dos Monges.

ZELVE

É uma das aldeias de chaminés nas rochas mais famosas da região da Capadócia, criada pelas tufas vulcânicas. Zelve foi habitada até aos meados do século 20, mas sua população mudou-se para Yeni Zalve, por medo de um colapso das rochas, e a antiga vila foi transformada em um museu a céu aberto. Três desfilafeiros cruzam-se na entrada do museu. O acesso do primeiro (à direita) faz se através da Igreja do Cervo (Ceyikli Kilise) onde se podem ver pinturas, incluindo uma cruz, um veado e um peixe. É importante mencionar que os peixes foram utilizados com freqüência nas igrejas da Capadócia como um símbolo religioso. A seção da esquerda leva a uma outra igreja, que foi convertida em uma mesquita. No fim deste desfiladeiro, há duas fachadas de pedra que se parecem com favos de mel, nessas existem cavernas, pombais e outras salas. Também existem túneis ali, permitindo o acesso ao terceiro desfiladeiro.

A Igreja das uvas (Uzumlu Kilise) está situado no terceiro desfiladeiro. O suco de uva visto ali, simboliza o sangue de Jesus Cristo.

chamines de fadas

 

ÜRGÜP

A cidade de Urgup está localizada no centro da Capadócia, a 23 km de Nevsehir. As montanhas Tekke e Topuz cercam esta a partir do leste e as montanhas Avla e Germil ficam a sul. A cidade foi nomeada depois da palavra hitita kup Ur, que significa "muitos castelos". É importante saber que São Paulo passou em Urgup, durante uma de suas viagens na Anatólia. A cidade foi inicialmente explorada pelo francês Paul Lucas, que havia descrito como "o cemitério fantástico de uma civilização extinta. " No entanto, depois outros exploradores examinaram as habitações que haviam sido esculpidas nas rochas. Eles descobriram igrejas e casas típicas cappadocian esculpidas na rocha. Peças de arte Selcuk e Otomano podem ser visto em Urgup. Pode-se visitar os túmulos de Altikapi e Nukreddin, a passagem subterrânea, os museus de Arqueologia e Etnografia e a Biblioteca Aga Tahir.

A moderna cidade de Urgup é um destino popular para as pessoas que visitam a Capadócia, graças à sua vida nocturna e os outros lugares turísticos que oferece.

capadocia

MUSTAFAPAŞA (SİNASOS)

Dirigindo se para o sul, a 5 km de Ugrup, existe uma outra cidade conhecida como Mustafapasa, seu antigo nome era Sinassos. Há casas com paredes de belas pedra, expressão de uma arte do século 19, e as igrejas de Santo Apóstolos, São Basílio e Tavsanli. Há uma outra pequena cidade chamada Ortahisar, a 1 km de Urgup, na auto-estrada a partir de Kayseri para Nevsehir, onde se pode ver antigos mosteiros e igrejas, bem como um castelo esculpido na rocha, onde cristãos e muçulmanos recorriam, a fim de escapar os mongóis.

Uma pequena cidade na estrada de Nevsehir para Urgup é conhecido como Uchisar e está localizada no ponto mais alto do vale. A cidade foi nomeada depois de seu castelo que foi construído sobre uma enorme rocha. É possível que a posição de importância estratégica da cidade, na Rota da Seda, levou hititas para a construção desse castelo.

O VALE DE IHLARA

 

O desfiladeiro Ilhara era conhecido como Peristremma no passado e está localizado no noroeste das Montanhas Hasan. Este é um desfiladeiro profundo e estreito, em forma das rochas tufo que foram "distorcidas". O rio Melendiz flui em um nível muito baixo ao longo do desfiladeiro Ilhara. Hoje em dia, oferece um belíssimo percurso para as pessoas que desejam explorar o desfiladeiro. Uma série de igrejas foram esculpidas nas rochas, quase escondidas pelas grandes massas de rocha que cairam no desfiladeiro. As igrejas daquele lugar selvagem foram exploradas por Nicole e Michelle Thierry que, apesar das dificuldades que encontraram no acesso aos caminhos íngremes da garganta, conseguiram examinar as igrejas, seus afrescos e as suas pinturas e, finalmente, categorizá-las com base em suas características.

Assim, as igrejas em todo o desfiladeiro tem elementos da arte egípcia e romana, enquanto aquelas situadas no meio de Ilhara estão próximas do estilo bizantino. Exemplos da primeira categoria incluem as igrejas Agacalti e Yilanli, entre outros e a segunda categoria inclui Sumbullu e outros.

Agalcati Kilsesi é "a igreja sob a árvore ", uma igreja cruciforme, com duas naves pequenas e uma abside. O afresco de sua cúpula retrata Jesus Cristo a ser levado por quatro anjos para o céu. É uma pintura primitiva, os rostos foram pintados em laranja e branco, enquanto os olhos não têm foco nenhum. Nos afrescos do lado sul da igreja, pode-se ver a cena da Anunciação, da Visitação, da Natividade. O lado norte é coberto com afrescos do Batismo, da Dormição de Maria e o afresco do lado ocidental retrata Daniel na cova dos leões.

Yilanli Kilise é "a igreja da Serpente", também uma igreja cruciforme, mas com uma abside em forma de ferradura, com representações da Última Ceia e da Crucificação. Existe uma sala de enterro para o norte e a igreja é um pouco iluminada. As pinturas, que deram o noma a igreja, podem ser vistas do lado esquerdo da parede oeste, representando o dia do Juizo Final com a pesagem das almas, um monstro de três cabeças, o corpo de uma serpente devorando as pessoas condenadas. Junto a este quadro, há representações de mulheres nuas assaltadas por cobras. A segunda pintura retrata Jesus Cristo cercado de anjos. Os Quarenta Mártires de Sebaste, vestidos em trajes orientais, estão abaixo de Jesus, próximo aos Vinte e Quatro Anciãos do Apocalipse. A parede leste foi adornada com pinturas representando uma cruz em uma aureola, a Crucificação e a Visitação.

Olhando para o topo da parede, a leste do altar, pode-se ver Jesus Cristo sentado em um arco-íris e outra pintura com Jesus Cristo vestido de vermelho e segurando um livro enquanto está a ser rodeado pelos arcanjos Miguel, Rafael, Gabriel e Uriel . As pinturas da parede sul retratam Michael e Gabriel, a Dormição e Constantino com Helene.

Sumbullu Kilise é "a igreja do Jacinto" nomeada após os jacintos que cresçam ao seu redor. Era um mosteiro de dois níveis com o alojamento dos monges no piso superior e uma igreja abobadada com uma nave no nível mais baixo. A fachada da igreja é composta por portas em arco dividido por pilares. O estilo desta frente foi influenciado pela arte Persa.

Jesus Cristo, O Pantocrator é retratado na cúpula da Igreja, São Jorge e São Teodoro estão na parede norte, junto ao altar. Constantino e Helena estão na parede oeste e o altar é composto por pinturas representando Gabriel e Michael.

No século 7 DC, os árabes realizaram ataques contra a região da Capadócia, mas eles não conseguiram afetar a vida dos seus mosteiros, devido ao fato de que eles eram localizados em uma área inacessível, que serviu como uma fortaleza natural. O número das igrejas de Ilhara cresceu mais no século 10 DC, quando o Bizâncio tinha tomado o controle da região da Capadócia.

 
 
 
 
 
 
 
CAPADÓCiA
CAPADOCIA
A HISTORIA DA CAPADOCIA
AS CHAMINES DE FADAS
CiDADES SUBTERRANEAS
CiDADE DE AVANOS
UCHiSAR & GOREME
NEVSEHiR
Terms & Conditions F.A.Q. Customer Care Policy Copyright Sitemap Rss
 
IRYOKO TURIZM TRAVEL AGENCY
Orta Mah. Milli Sok. no: 6-1 Goreme - Nevşehir
Licence No: 7411